Cirurgia Bariátrica e Cirurgia Metabólica: pós-operatório

pós-operatório

O paciente deve fazer consultas e exames laboratoriais periódicos durante o pós-operatório, levando em consideração o tipo de cirurgia realizada e as rotinas que foram estabelecidas pela equipe responsável. Além disso, nos casos onde ocorrem doenças associadas à obesidade, elas devem ser acompanhadas por profissionais especializados nessas enfermidades.

Posteriormente, recomenda-se ao paciente atividade física e complemento vitamínico. E, nas operações abertas, faz-se necessário o uso da faixa abdominal.

Em raros casos a cirurgia pode gerar complicações, como:

infecções;

entupimento de vasos sanguíneos;

separações de suturas;

desprendimento de grampos;

obstrução intestinal;

hérnia no local do corte;

infecções internas;

pneumonia.

Além disso, sintomas gastrointestinais podem aparecer após as refeições. Assim, os pacientes predispostos a esses efeitos colaterais devem observar certos cuidados, como reduzir o consumo de carboidratos, comer mais vezes ao dia, em pequenas quantidades, e evitar a ingestão de líquidos durante as refeições. Por isso, se faz necessário o acompanhamento de uma equipe multidisciplinar de qualidade que possa oferecer ao paciente os encaminhamentos adequados para o seu pré e pós operatório, de forma a obter os melhores resultados da cirurgia.

Fonte: SBCBM

 

O Dr. Rafael Lucena é Especialista em Cirurgia do Aparelho Digestivo e Realiza Cirurgias Bariátricas e Metabólicas (Diabetes tipo 2), além de colocar Balão Intragástrico. O Dr. Rafael Lucena atende nas cidades de Arcoverde e Serra Talhada.

pós-operatório